2º BIMESTRE

As postagens feitas a partir do dia 26/03 serão avaliadas para o 2º bimestre

Image

Profª Rosa Maria

Anúncios

Curiosidades sobre a Engenharia Civil – Grupo 2 – 3º A

O maior prédio do mundo

Se você tem vertigem, é melhor nem imaginar como seria ficar no alto deste prédio. Ainda em fase de projetos, o Kingdom Tower (que será construído na cidade de Jeddah, Arábia Saudita) deve possuir 275 andares quando estiver pronto, atingindo a incrível marca dos 1,6 mil metros de altura. O empreendimento pode chegar a custar 30 bilhões de dólares. Os atuais planos dos engenheiros responsáveis distribuem os andares do Kingdom Tower da seguinte maneira: os cinco primeiros andares são destinados ao lobby e setores de serviços, os próximos 50 são reservados para escritórios diversos e os 25 seguintes são reservados para um hotel. Do 76º andar 76 ao 195º, estão os blocos residenciais.

A maior ponte do mundo

O governo chinês colocou em operação no dia 30 de junho de 2011 a maior ponte sobre o mar do mundo. O empreendimento, que liga a Baia de Jiaozhou á cidade de Qingdao, na província de Shandong, tem oito faixas para automóveis, incluindo os acostamentos, possui 36,4 km de extensão e custou R$3,6 bilhões (US$2,6 bilhões) para ser construída, segundo a agencia estatal de noticias Xinhua. A ponte que demorou pouco mais de quatro anos para ser levantada, encurta a rota entre duas localidades em 30 km e reduz o tempo de viagem de 40 minutos para apenas 20 minutos.

“Curiosidades”

Ponte Jk.

A Ponte JK é motivo de orgulho para nossa engenharia e arquitetura brasileira. Situada em Brasília, se trata de uma das três pontes sobre o lago Paranoá e foi batizada deste modo em homenagem ao fundador da cidade.

Comprimento: 1200 metros

Raio de Curvatura: 3150 metros

Peso: 12.067 toneladas

Torre Eiffel.

Ao pensar em Paris, é impossível não vir à mente a imagem da Torre Eiffel. Vencedora de um concurso com o intuito de comemorar o centenário da Revolução Francesa, foi apresentada por Gustave Eiffel, engenheiro famoso por sua habilidade em utilizar ferro forjado, material na época mais barato que o aço e com o qual ele já havia construído pontes, cúpulas e coberturas.

Data de construção: 1887-1889

Altura: 300 metros

Peso total da estrutura: 9547 toneladas

Gateshead Milleniun Bridge.

A Gateshead Millenium Bridge é uma ponte para pedestres e ciclistas localizada em Newcastle, Inglaterra, esta maravilha da engenharia gira de modo a possibilitar a travessia de barcos. Teve um custo de mais de 30 milhões de euros.

Maracanã

Maior estádio do Brasil, o Maracanã foi construído para sediar a Copa do Mundo de 1950, tendo sido originalmente projetado para receber aproximadamente um público de 165.000 pessoas. Atualmente após diversas reformas comporta um público de aproximadamente 92.000 espectadores.

Dimensões do gramado: 110m x 75m

Nome oficial: Estádio Jornalista Mário Filho

Capacidade atual: 92.000 aproximadamente

Inauguração: 16 de junho de 1950

Revista (grupo 5)

Etec Professor Basilides de Godoy

 

 

 

 

 

 

 

Beatriz Angelim 02

Isabela Horti 17

Janaína Cavalcante 18

Victória Carolina 37

Maik Sena 24

3C

 

 

 

Engenharia Civil e Arquitetura

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

São Paulo,2012

 

 

ARQUITETURA

O que é?

Projeta espaços internos e externos com base na arte, onde visa o conforto e a  funcionalidade.

O que faz?

O arquiteto projeta o meio de acordo com o local a ser explorado, determina os materiais que serão utilizados além das etapas finais que também são responsabilidade do arquiteto, que vão desde a construção até a decoração.

Histórico da profissão (como surgiu)

A profissão de arquiteto e urbanista ganhou força a partir das reformas renascentistas que separaram o operário do artista fazendo assim crescer o intelecto de caráter renovador que deu origem à formação da profissão de urbanista e arquiteto.

 

Técnico

Design de Interiores

Segundo o site do Centro Paula Souza o técnico em design de interiores elabora projetos para melhorar a estética de ambientes internos de casa, escritórios, exposições, vitrines, dentre outros. Um profissional dessa área pode trabalhar em shoppings, imobiliárias, escritórios e lojas de decoração e móveis. Segundo as vagas oferecidas no Catho um profissional recebe entre 700,00 e 2000,00. Em São Paulo capital existem cinco escolas técnicas que oferecem esse curso: Etec Albert Einstein, Etec Carlos de Campos, Etec de Artes, Etec de Heliópolis, Etec Getúlio Vargas.

 

Paisagismo

 O técnico em paisagismo desenvolve projetos de paisagens em moradias e empresas e cuida da produção de flores e plantas ornamentais. Define as características no espaço e ambiente e orienta a conservação de espaços urbanos. Um profissional dessa área pode trabalhar em imobiliárias, empresas de arquitetura e paisagismo e na produção e comercialização de plantas ornamentais. Segundo vagas encontradas no Catho o salário é entre 1,000 e 2,600.

 

Tecnólogo

 

    Conservação e Restauro

    O curso de Conservação e restauro é um curso tecnológico superior com duração de 3 anos e salário médio inicial de R$ 1.300,00. O profissional formado neste curso elabora projetos de restauração e conservação de obras nova e antigas planeja e administra e identifica problemas e busca soluções para conservar ou restaurar edifícios ,livros ,manuscritos ,esculturas ,pinturas ,fotografias e monumentos . O conservador e restaurador é um profissional que analisa as condições do que será restaurado e analisa o local que abriga-o para ver se realmente há condições de restaurá-lo. Pode trabalhar na fiscalização, orientação, supervisão, avaliação e emissão de laudos técnicos de obras de restauração ou conservação e que efetua pesquisas tecnológicas na área de patrimônios, e em órgãos oficiais do patrimônio, em museus, igrejas, galerias de arte e bibliotecas ou atuar como consultor.

 

   Design de Interiores

    O curso de design de interiores é um curso superior tecnológico que prepara o profissional para harmonizar o espaço, móveis, objetos e acessórios, planeja cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e de acordo com as necessidades, ao gosto e à disponibilidade financeira do cliente. O design de interiores administra o projeto, estabelece cronogramas, fixa prazos, define orçamentos e coordena o trabalho de marceneiros, pintores e eletricistas. Pode projetar diversos espaços desde residência até salas comerciais. O design de interiores pode trabalhar tanto como autônomo, tanto como funcionário de empresas especializadas em decoração e design de interiores (escritórios de decoração), ou como consultor em lojas de móveis.O salário inicial médio de um Design de interiores é de R$ 1.500,00 e a duração do curso é de dois anos.

Segundo o site O meu futuro, as vagas se concentram especialmente nas grandes capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Salvador, mas nas cidades de médio porte o fluxo de trabalho tem aumentado significativamente.

 

Salários (Junior, Pleno, Sênior)

O site SASP (Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo), informa a todos sobre os novos valores do salário mínimo profissional, válido para todos os Arquitetos, esse salário apresentado é de acordo com o salário mínimo vigente desde primeiro de janeiro de 2012, no valor de R$622,00.

 

“De conformidade com as disposições contidas na Lei 4950-A/66, o Piso Salarial dos Arquitetos se compõe da seguinte forma:

• Para jornada de trabalho de 6 (seis) horas diárias, piso de 06 (seis) salários mínimos – R$ 3.732,00 (três mil setecentos e trinta e dois reais);

• Para jornada de trabalho de 7 (sete) horas diárias, piso de 7,25 (sete vírgula vinte e cinco) salários mínimos, pois para cada hora adicional da 6ª hora diária, acrescenta-se aos 6 salários mínimos, mais 1,25 Salário Mínimo – R$ 4.509,50 (quatro mil quinhentos e nove reais e cinquenta centavos);

• Para jornada de trabalho de 8 (oito) horas diárias, piso de 8,5 (oito e meio) salários mínimos, obedecendo o critério estabelecido acima – R$ 5.287,00 (cinco mil duzentos e oitenta e sete reais)”, dados do sindicato da categoria.”

 

Observando vagas no mercado de trabalho, no site da catho, o salário de um arquiteto Junior, profissional recém-formado ou ainda cursando os últimos anos, está por volta de R$3.000,00 a R$4.000,00, já o Arquiteto pleno, já formado com alguma experiência na área, está entre R$4.000,00 e R$5.000,00 mil e o sênior, profissional experiente já atuante na área há um bom tempo, tem seu salário acima de R$5.000,00.

Porém, os valores citados acima, podem variar de acordo com cada empresa, cursos, idiomas e outras qualificações do funcionário, bem como experiência profissional e perfil adequado para o cargo e empresa a atuar, também pode sofrer alterações de acordo com o tempo e  desempenho na empresa. 

 

Pós-Graduação

 

Pós- Graduação (arquitetura e urbanista/ engenharia civil):

Estruturas e fundações:

Tem como objetivo atualizar e aprimorar o profissional da área de construção civil, tornando-o mais competente no mercado de trabalho.

Podem participar/atuar neste curso:

Engenheiros civis, arquitetos e ou profissionais da área de construção civil.

Pós-Graduação em projetos de edifício:

Trata-se de um curso que está constantemente ligado às mudanças que o mundo está sofrendo, tendo como objetivo integrar o profissional aos novos meios de tecnologia visando proporcionar a melhoria e a eficiência da empresa.

Podem atuar neste curso:

Engenheiros, arquitetos ou tecnólogos atuantes no processo de produção de edifícios, de projetos ou de gerenciamento.

Mestrado e Doutorado (Arquitetura e Urbanismo)

Segundo a Universidade Presbiteriana Mackenzie

Tem como objetivo aprimorar o conhecimento sobre o projeto de arquitetura e urbanismo, visando à amplificação do saber científica e profissional. Busca colocar, não só aulas teóricas, mas integrar o desenvolvimento sociocultural do mundo e de profissionais mais capacitados abrindo um novo meio de ver e interagir com a profissão.

Público alvo:

 Arquitetos, urbanistas e demais profissionais da área.

Pré-Requisitos (doutorado):

Os candidatos deverão obter o título de mestre e apresentá-lo no momento da inscrição assim com uma tese de doutorado e demais documentos exigidos no processo seletivo.

Duração do curso de Mestrado:

Tem duração de dois anos, subdivididos em quatro semestres. Os candidatos cursam três disciplinas obrigatórias além de três optativas, porém essa duração pode variar dependendo da faculdade escolhida pelo aluno.

Duração do curso de Doutorado:

Tem a duração de três anos, subdivididos em seis semestres, (também podendo variar conforme a faculdade). Cursam uma disciplina obrigatória e três optativas. A tese de doutorado deve ser entregue até o final do programa.

Doutorado e Mestrado (Engenharia civil)

Segundo a Universidade Presbiteriana Mackenzie

Tem como objetivo consolidar o conhecimento tecnológico, buscando fazer com que o profissional busque soluções específicas para cada tarefa que lhe for oferecida.

Atualiza o aluno para que saiba lidar com os novos meios de tecnologias e materiais que possam proporcionar melhor qualidade e praticidade ao decorrer do trabalho.

Público alvo:

Atende profissionais que atuam na área de engenharia civil, engenharia química, engenharia mecânica entre outras profissões relacionadas à área.

Duração do curso:

Segundo a Universidade Mackenzie, os cursos tem duração de dois anos, subdivididos em quatro semestres letivos. Ao terminar o curso de mestrado e chegando ao final do curso de doutorado o aluno deve apresentar sua tese e defendê-la publicamente perante a banca.

 

Melhores Faculdades

Segundo o site Enem Virtual, estão listadas abaixo as melhores faculdades para o curso de arquitetura no Brasil são:

  • Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU USP – São Paulo
  • Universidade Federal do Paraná – UFPR – Curitiba
  • Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC – Florianópolis
  • Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – Belo Horizonte
  • Fundação Universidade Federal de Viçosa – UFV – Viçosa
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUCRIO – Rio de Janeiro
  • Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Fundação Armando Alvares Penteado – FAAP – São Paulo
  • Universidade Federal de Uberlândia – UFU
  • Centro Universitário Univates – Univates
  • Universidade Federal da Bahia – UFBA – Salvador
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ – Rio de Janeiro

 

Áreas de atuação

Segundo o site Guia do Estudante, um  profissional formando em arquitetura, pode se especializar em diversas área, abaixo estão listadas as mais conhecidas e procuradas.

  • Arquitetura de interiores

E o arquiteto especializado em organizar o espaço interno, os materiais utilizados para acabamento, a distribuição dos móveis levando em conta a acústica, ventilação, iluminação e estética.

  • Arquitetura industrial

Este especialista tem como função o planejamento para a instalação de indústrias, levando em conta as normas e padrões técnicos e de segurança exigidos em cada área de atuação.

  • Arquitetura verde

Este seria o arquiteto sustentável, pois dentre suas funções a principal é o desenvolvimento de projetos comerciais ou residenciais que não destrua o ambiente e sim se relacione com ele, causando o mínimo de impacto ambiental, aproveitando-se das características naturais do local em prol do projeto sem afetá-la.

  • Comunicação visual

Atuando como um profissional de marketing ou publicidade e propaganda, o arquiteto especializado em comunicação visual cria a imagem das empresas e produtos, utilizando logotipos e materiais impressos ou digitais para divulgação da marca.

  • Paisagismo e ambiente

O arquiteto paisagista desenvolve principalmente os espaços e paisagem abertos, junto a isso trabalha iluminação, calcamento e decoração do espaço, jardins, parques, praças.

  • Edificação e construção

Este profissional e mais voltado para a área de engenharia, ele projeta, coordena e acompanha as obras, controla prazos e custo e defini os matérias a serem usados.

  • Luminotécnica

O instrumento de trabalho desse especialista são as luzes, ele faz a iluminação dos espaços e eventos.

  • Restauro de edifícios

Esse arquiteto trabalha restaurando casas, prédios, museus, monumentos, entre outras construções antigas, estragados com o tempo, mantendo sempre as características originais.

  • Urbanismo

Trabalhando em uma área mais ampla o profissional urbanista planeja, elabora planos para crescimento ou construção de cidades ou bairros

 

Oportunidades de estagio/trainee

No site Catho encontramos algumas vaga para estagio ou trainee na área de arquitetura, pudemos observar que, apesar da maioria das empresas que buscam estagiários na área de arquitetura desejar que o candidato esteja a partir do segundo ano do curso, encontra-se vaga a partir do ingresso na universidade

Os salários oferecidos para esse profissional é a partir de R$1000,00 podendo ser maior de acordo com a empresa ou área de atuação.

 

Como funciona um projeto de arquitetura

Segundo o arquiteto Renato Melo, um projeto de arquitetura se divide em três fases principais: o anteprojeto, o projeto básico e o projeto executivo.

A 1º Fase é o anteprojeto é onde o cliente tem maior participação no processo. O cliente informa ao arquiteto responsável como ele quer, é quando ele pode modificar o projeto sem gerar um custo adicional.

O arquiteto precisa consultar a Lei de Uso e Ocupação do solo e a Informação Básica fornecida pela prefeitura para verificar as possibilidades e limitações construtivas do terreno. Essa consulta assegura que o projeto será construído sob as leis e que será possível no futuro a emissão do alvará.

Nesta fase são feitos os desenhos técnicos necessários para visualizar o projeto como um todo. Para a continuação do projeto os arquitetos precisam dos seguintes documentos: Sondagem geológica, Levantamento Topográfico, Informação básica do imóvel (fornecido pela prefeitura) e outros documentos mais específicos que variam em função da complexidade do projeto, segundo a arquiteta Mariana Teixeira.

A segunda fase do projeto é o projeto básico, que segundo o arquiteto Renato Melo, é a continuação do anteprojeto. Pode ser utilizado como base para calcular a estimativa de preço da obra e ele é composto por desenhos técnicoscontém: implantação, plantas cotadas de todos os pavimentos com um pré-lançamento estrutural, eixos, especificação de materiais, demolição/construção, cortes, fachadas, paginação de piso, plantas de forro e projeto luminotécnico, marcação de pontos elétricos e dados, marcação de pontos hidráulicos e memorial descritivo de acabamentos.

O projeto nesta fase pode ser contratado ou não, e o cliente pode mudar algumas coisas no projeto, mas terá que pagar um adicional pelas mudanças. Segundo a arquiteta Mariana Teixeira, ele cumpre com a obrigação legal de aprovação do projeto na prefeitura local e será feito segundo a legislação vigente exigida por cada órgão fiscalizador. Ele também possui uma documentação técnica com as informações necessárias para aprovação do projeto.

A terceira fase e última fase e do projeto é o Projeto executivo que é pode ser considerado um Manual de Instruções da obra, onde se compatibilizam os resultados dos projetos complementares (Projeto de Cálculo Estrutural (ES), Projeto Elétrico e Dados/Telecom (EL) e Projeto Hidro-Sanitário (HS)) e se revisa os desenhos arquitetônicos e relaciona com os elementos construtivos.

A ampliação de  áreas molhadas, como cozinhas, banheiros e lavabos, detalhes construtivos de cobertura , detalhamento de mobiliário fixo, e etc, são parte do projeto executivo, segundo os arquitetos.

 

ARQUITETOS E ESCRITÓRIOS QUE VÃO DESENHAR A NOVA ARQUITETURA BRASILEIRA E OS MAIORES DO MUNDO

 

Saiu no site Uol- Mulher a lista de jovens arquitetos ou escritórios que devem fazer diferença nos próximos  anos, que foi publicado na revista “AU-Arquitetura e Urbanismo” para comemorar seus 25 anos. A revista convocou cinco arquitetos, professores e críticos de arquitetura para indicar os escritórios ou arquitetos.

Arquitetos Associados Achiles Maciel, Paula Zasnicoff, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel, André Luiz Prado e Alexandre Brasil  
FGMF Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz  
Grupo SP João Sodré, Alvaro Puntoni e Jonathan Davies  
SIAA Cesar Shundi  
SPBR Ciro Miguel, Juliana Braga, Angelo Bucci e João Paulo Meirelles de Faria  
Studio Paralelo Silvio Machado, Luciano Andrades e Rochele Castro  
Triptyque Gregory Bousquet, Guillaume Sibaud, Carolina Bueno e Olivier Raffaelli  
UNA Arquitetos Fernando Viégas, Fábio Valentim, Cristiane Muniz e Fernanda Barbara  
AUM Arquitetos Bruno Bonesso Vitorino, Renato Dalla Marta e André Dias Dantas  
BCMF Bruno Campos, Marcelo Fontes e Silvio Todeschi  
Bernardes Jacobsen Aquitetura Thiago Bernardes, Paulo Jacobsen e Bernardo Jacobsen  
Carla Juaçaba Carla Juaçaba  
DDG Arquitetura Tiago Gulada, Eduardo Dezouzart, Celio Diniz e Eduardo Canellas  
Frederico Zanelato Arquitetos Frederico Zanelato, Regina Santos e Regina Sesoko  
Mareines + Patalano Arquitetura Rafael Patalano e Ivo Mareines  
Metro Arquitetos Associados Anna Ferrari, Gustavo Cedroni e Martin Corullon  
MGS Elcio Gomes, Danilo Matoso Macedo e Fabiano Sobreira  
Nitsche Arquitetos Associados Lua Nitsche e Pedro Nitsche  
O Norte Oficina de Criação Lula Marcondes, Chico Rocha e Bruno Lima  
POAA Giancarlo Gasparoto, Carlos Luz e Guilherme Koch  
Rua Arquitetos Pedro Évora e Pedro Rivera  
Tacoa Rodrigo Cerviño Lopez e Fernando Falcon  
Yuri Vital Yuri Vital  

 

 

10 Maiores escritórios de arquitetura

A revista BD [Building & Design], em sua edição de janeiro de 2008, publicou a relação dos 100 maiores escritórios de Arquitetura, em todo o mundo.

Abaixo a relação dos 10 mais, segundo o número de arquitetos assalariados:

 

Escritórios País Arquitetos

Assalariados

Gensler EUA 1.216
HOK EUA 1.205
Nikken Sekkei Japão 1.174
Aedas Reino Unido 1.020
Foster & Partners Reino Unido 913

 

Skidmore Owings & Merrill EUA 838

 

BDP International Reino Unido 717

 

RMJM Reino Unido 709

 

HKS EUA 651
Atkins Reino Unido 622

 

ARQUITETOS RENOMADOS

Ruy Ohtake

Principais obras: Hotel Unique, Hotel RenaissanceParque Ecológico do Tietê, Ohtake cultural, Expresso Tiradentes e  São Paulo Futebol Clube

Nacionalidade: Brasileiro

Onde estudou:  Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

.Oscar Niemeyer

Principais obras: Museu de Arte Contemporânea de Niterói ,Escola Estadual Governador Milton Campos ,Cidade Administrativa de Minas Gerais ,Edifícios da Esplanada dos Ministérios, Edifício Copan,Sambódromo da Marquês de Sapucaí, Museu da América Latina.

Nacionalidade: Brasileiro

Onde estudou:  Escola Nacional de Belas Artes

 Alvar Aalto

Principais obras:  Auditório FinlândiaUniversidade de Tecnologia de Helsínquia, Clube dos Trabalhadores em Jyväskylä ,Sanatório em Paimio ,Biblioteca Municipal de Viipuri , Villa Mairea , pavilhão finlandês na Exposição Mundial de Paris , o pavilhão finlandês na Feira de Nova Iorque, residência estudantil do MIT em Massachusetts, a universidade politécnica de Otaniemi, a prefeitura de Saynatsalo e um palácio de congressos em Helsinque .

Nacionalidade: Finlandês

Onde estudou: Instituto Politécnico Finlandês  

 

Le Corbusier

Onde estudou: 

Nacionalidade: Franco-Suíço

Principais obras: Villa Savoye , Unidades de Habitação em Marselha França e uma na Alemanha Oriental, Conjunto de edifícios-sede da Organização das Nações Unidas, Palácio da Assembleia em Chandigarh, Chapelle Notre-Dame-du-Haut – capela em Ronchamp.

 Ludwig Mies van der Rohe

Principais obras:  Crown Hall,  Casa Farnsworth,  Edifício Seagram,  Casa McCormick, torres Lake Shore Drive.

Nacionalidade: Alemão

Onde estudou: Em nenhuma faculdade específica, e sim com um design de interiores, Bruno Paul.

 CURIOSIDADES

Os Arquitetos mais Famosos do Brasil

Arquitetos ,ou quase arquitetos,  que também são músicos, compositores, humoristas, atores.

Chico Buarque

 Entrou na FAU USP em 1963, mas largou a faculdade por causa da música em 1965.

“Não falo que larguei a faculdade por causa do golpe de 64…eu também já estava começando a fazer música…não seria um bom arquiteto…fazia um trabalho de estagiário em escritório de arquitetura, meus colegas faziam plantas e copiavam não sei o que, e eu não sabia manejar aquilo, borrava tudo com nanquim, ficava uma porcaria. E eu não tinha gosto pela coisa técnica da arquitetura. Na verdade, não tinha talento para isso. Fui para arquitetura por exclusão, não sabia para onde ir. E naquela época tinha aquela empolgação, muita gente moça queria ser arquiteto por causa de Brasília, de Oscar Niemeyer”. (techo de entrevista concedida a Fernando Eichenberg).”

 

Falcão

Entrou para a UFC, e demorou quase dez a\nos para se formar, quando estava com 31 anos

 “Sempre quis fazer arquitetura, e antes de terminar já comecei a trabalhar, fazer uns projetos pequenos, casa de cachorro, gaiola de passarinho, casa de sogra de cunhado e essas coisas (risos). Quando terminei resolvi montar um escritório com dois colegas, mas coincidiu com a época que eu comecei a cantar e não vingou muito”.

Durval Lelys:   Formou-se pela UFBA em 1981. Trabalhou na profissão por alguns anos. Depois teve que focar na carreira artística e hoje a arquitetura é considerada o seu hobby.

Tom Jobim: Chegou  a cursar o primeiro ano da faculdade e até a se empregar em um escritório, mas logo desistiu e decidiu ser pianista.

 “Foi nessa época que comecei a estudar arquitetura. Entrei para a Faculdade e cheguei a cursar o primeiro ano. Porém a música era para mim um apelo irresistível, e descobri que os meus “castelos” jamais seriam construídos com cimento e tijolos” (Tom Jobim).

 

Herbert Viana

 Estudou arquitetura na UFRJ, mas acabou decolando na carreira de músico

“Quando eu ganhei mais dinheiro no show do que em um ano de trabalho eu larguei meu emprego”

 

Guilherme Arantes

O cantor Guilherme Arantes entrou na FAU e saiu em 1975.

“Minha mãe não aceitava que eu fosse músico. Então sugeriu que eu fosse fazer arquitetura. Até que tentei, mas não aguentei e acabei largando a faculdade”.

 

Fernanda Abreu

Fernanda Abreu cursou durante 6 meses Arquitetura. Ela acredita que a música e arquitetura possuem um ponto em comum, “um espaço (casas ou cidades) reflete o homem e o mundo em que vive. É um reflexo de seu tempo. A música também. Arquitetura e música acabam por traduzir e decifrar um pouco da alma humana”.

 

Carlos Moreno

 Carlos é arquiteto  formado pela FAU com mestrado em Graphic Design na Califórnia, EUA. E também ilustrador,  programador visual, figurinista e cenógrafo.

 

 

ENGENHARIA CIVIL

O que é?

Com base de estudos no site  Guia do estudante, descobrimos que Engenharia civil é a parte da engenharia que executa, projeta e gerencia obras de casas, edifícios, pontes e entre outros. O engenheiro tem como objetivo gerenciar e acompanhar todas as etapas de uma construção; o mesmo tem como dever analisar características do solo e estudo dos fenômenos naturais na área de construção, somente depois de analisar essas informações, o engenheiro desenvolve o projeto especificando as redes de instalação elétrica, hidráulicas e de saneamento e definindo os tipos de material usado.

No canteiro de obras, supervisionar os prazos, custos, padrões de segurança e qualidade. O profissional da área também tem a possibilidade de trabalho na área da administração de recursos prediais, gerenciar a infraestrutura e ocupação do edifício.

Histórico da profissão:

Em dezembro de 1810, começa no Brasil na,  Academia Real Militar do Rio de Janeiro, destinada à formação de especialistas militares em fortificações, foi criada para as pessoas da mais alta elite. Em 1858 foi denominada como escola central que além de formar engenheiros militares e civis, tinha também o ensino de matemática e ciências naturais.

Em 1874 a Escola central de integra com Escola Politécnica do Rio de Janeiro, inteiramente civil que, posteriormente, transformou-se na Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil, atualmente Escola de Engenharia de Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Em seguida as universidades criadas foram:

1875: Escola de Minas e Metalurgia de Ouro Preto

1894: Escola Politécnica de São Paulo

1897: Mackenzie College, atual Universidade Mackenzie.

 

Piso salarial:

Pesquisas realizadas pelo site RHinfo, atualizado em abril de 2012,informa qual tem sido a media de salário dos engenheiros civis no Brasil; sendo:

Engenheiro Civil Junior: aproximadamente R$ 1962,53

Engenheiro Civil Pleno: aproximadamente R$3517,80

Engenheiro Civil Sênior: aproximadamente R$ 5378,36

Aprofundamo-nos no assunto e descobrimos que muitos engenheiros têm recebido menos do que foi estabelecido pelo CREA (órgão responsável pela área de arquitetura, engenharia e agronomia), no qual o salário mínimo de um engenheiro deve ser 6x o salário mínimo.

No caso do atual salário, o engenheiro deveria receber 6x R$622,00, ou seja, R$ 3732,00 para exercer sua profissão durante 6 (seis) horas. Esses problemas tem sido grande motivo de reclamação dos engenheiros ao CREA, que até o momento não se manifestou sobre o assunto.

Melhores Universidades do Brasil:

De acordo com o site Mundo vestibular as universidades que obtiveram melhores notas de acordo com o INEP foram:

 

 


1 – PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO – PUC-RIO 
2 – INSTITUTO MILITAR DE ENGENHARIA – IME 
3 – UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UNB
4 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS – UFSCAR 
5 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA – UFSC 
6 – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL – UFRGS 
7 – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ – UEM  
8 – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO – UFRJ  
9 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS – UFAL
10 – UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO- UNESP  
11 – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA – UFV  
12 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS – UFG
13 – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE DARCY RIBEIRO – UENF
14 – UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO – UNESP

Mercado de trabalho:

O mercado de trabalho nessa área, é muito abrangente, considerando que no Brasil a área de construção civil vem sendo uma das que mais se tem retorno, devido à copa 2014, as olimpíadas de 2016 e a melhora nas condiçõesfinanceiras da população.

Além disso, o profissional poderá trabalhar em empresas públicas ou privadas, para atuar em funções relacionadas com recursos hídricos,  indústrias, na Engenharia de transportes, na Geotecnia, nos setores de qualidade e segurança.

O Engenheiro ainda pode, após aprimoramento em seus cursos, abrirsua p´ropria empresa de construçãocivil e entre tantas outras.

 Técnico

 

Desenho de Construção Civil

Segundo o site do Centro Paula Souza o técnico em desenho de construção civil trabalha na área de infraestrutura, ou seja, desenha, planeja, analisa e faz orçamento de projetos urbanistas. Um profissional dessa área pode trabalhar em empresas tanto públicas como privadas, imobiliário e como autônomo. Segundo vagas de emprego no Catho um profissional dessa área recebe entre 1,100 a 2000. Em São Paulo capital apenas duas escolas técnicas oferecem: Etec de São Paulo e a  Etec Tereza Aparecida C.N de Oliveira.

 

Edificações

Ainda de acordo com dados do Centro Paula Souza o técnico em edificações elabora projetos de acordos com algumas leis ambientais e específicas. Orienta na construção e serve de ligação entre engenheiros/ arquitetos e serventes e mestres-de-obras. Coordena a compra e a utilização dos produtos e equipamentos na obra. Um profissional dessa área pode trabalhar em empresas privadas e públicas, escritórios de projetos e canteiros de obras. Segundo as vagas oferecidas no Catho um profissional recebe entre 650 a 2.000. Em São Paulo capital existem cinco escolas técnicas que oferecem esse curso: Etec Carlos de Campos, Etec de Guaianazes, Etec de Heliópolis, Etec Getúlio Vargas e Etec Guaracy Silveira.

 

 

Tecnólogo

 

Construção civil – modalidade edifícios

 

Esse curso de graduação é oferecido pelo Centro Paula Souza nas Faculdades de Tecnologia, FATEC. Com essa formação o profissional fica preparado para planejar, executar e administrar obras de edifícios, além de poder também elaborar orçamentos, especificar matérias, gerenciar e conduzir equipes. Está apto para realizar desenhos técnicos e desenvolver projetos estruturais.

 

Construção civil – modalidade terra e pavimentação

 

Esse curso de graduação é oferecido pelo Centro Paula Souza nas Faculdades de Tecnologia, FATEC. Com essa formação o profissional fica preparado para planejar, elaborar, fiscalizar, executar e administrar obras de pavimentação e terraplanagem, além de poder também elaborar orçamentos, licitações, selecionar equipes e equipamentos adequados. Está apto para controle de qualidade e estudo e coordenação de atividades para elaboração de projetos e obras

 

Pós – Graduação

 

Estruturas e fundações

 

Atualizar o profissional da área de construção civil integrando-o a diversas condições sejam de cunho ambiental, legislativo, social, aprimorando sua habilidade gerencial e técnica, tornando-o mais competitivo ao mercado e mais eficiente nas tomadas de decisão, trabalhando as áreas de projetos, interferências geotécnicas, patologias e controle de qualidade

Podem participar desse curso engenheiros civis, arquitetos e/ou técnicos em edificações e/ou profissionais da área de construção civil.

 

Melhores empresas nessa área:

1 Goldfarb

2MRV

3Cyrela

4 Even

5 Cury

6 Trisul

7 Brookfield

8 Figueiredo Ferraz

9 Gafisa

10 Camargo Corrêa

(Fonte: Revista época)

 

Curiosidades

Segundo o Portal São Francisco é comemorado no dia 11 de dezembro o dia do Engenheiro, pois foi o dia da criação do CONFEA e a profissão foi legalizada em 1933.

Oportunidades

Segundo o G1 as empresas aceitam estudantes em torno do quarto ano. Atualmente o mercado está aquecido pela Copa, Olimpíada e nos setores imobiliários, porém uma pós-graduação é essencial.

 

Profissionais mais conhecidos

Figueiredo Ferraz ( construiu o Masp)

Joaquim Eugênio de Lima (construtor da Av.Paulista)

Oscar Niemeyer

Paulo Mendes da Rocha ( Aeroporto de Guarulhos e Congonhas)

Elton Santa Fé Zacarias ( Prefeitura de São Paulo)

 

Música de Trabalho

Legião Urbana

Sem trabalho eu não sou nada
Não tenho dignidade
Não sinto o meu valor
Não tenho identidade
Mas o que eu tenho
É só um emprego
E um salário miserável
Eu tenho o meu ofício
Que me cansa de verdade
Tem gente que não tem nada
E outros que tem mais do que precisam
Tem gente que não quer saber de trabalhar
Mas quando chega o fim do dia
Eu só penso em descansar
E voltar p’rá casa pros teus braços
Quem sabe esquecer um pouco
De todo o meu cansaço
Nossa vida não é boa
E nem podemos reclamar
Sei que existe injustiça
Eu sei o que acontece
Tenho medo da polícia
Eu sei o que acontece
Se você não segue as ordens
Se você não obedece
E não suporta o sofrimento
Está destinado a miséria

Mas isso eu não aceito
Eu sei o que acontece
Mas isso eu não aceito
Eu sei o que acontece
E quando chega o fim do dia
Eu só penso em descansar
E voltar p’rá casa pros teus braços
Quem sabe esquecer um pouco
Do pouco que não temos
Quem sabe esquecer um pouco
De tudo que não sabemos

 

Análise da música sem trabalho não sou nada

Essa música feita em 1996 retrata também a situação do Brasil nos dias atuais, como quem não tem trabalho é discriminado pela sociedade por ser considerado um “vagabundo”, mas em algumas situações não sabemos ao certo porque aquela pessoa não tem o emprego, existe sim aqueles que não querem saber de nada, esses não sabem o quanto está sendo perdido com essa atitude  , pois quando se trabalha é possível adquirir aquilo o que quiser sem pedir a ninguém e ter um mínimo de conforto. Outra situação é a desigualdade de salários, existem pessoas que ganham muito fazendo pouco e outros ganham muito pouco fazendo muito, como exemplo seria o caso de alguns políticos que ganham salários exuberantes e o outro lado são os bombeiros que salvam vidas e alguns morrem para ganhar um mísero salário mínimo, entretanto não lutamos para mudar essa situação com medo de apanhar ou ser preso e isso faz com que vivermos num país injusto.

 

Análise do texto Futuro Próximo

 

Devido ao desenvolvimento tecnológico, a necessidade de se preservar a natureza e a qualidade de vida das pessoas gerou novas profissões. De acordo com o texto os profissionais desenvolveram games que visa alcançar o público jovem trazendo a eles divertimento pelo meio digital, sendo um interesse que vem crescendo ao longo do século.

O gerente de memória institucional surgirá no mercado para substituir o bibliotecário por meio da tecnologia, sendo utilizado em empresas visando a organização da mesma. Na área empresarial também surgirá duas novas profissões o designer estratégico, no qual será um administrador trazendo mais eficácia e elegância para a empresa, outro é o gerente de inovação que irá trazer novas ideias para que a empresa se desenvolva junto com o mercado.

O bioinformacionista apesar de também estar na área da tecnologia tem como objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas através da saúde com medicamentos mais apropriados para cada indivíduo. E por fim o gerente de ecorrelações que não se focará somete dentro das empresas, mas também buscará a natureza como forma de melhorar a produção  e o meio ambiente.

Sendo assim as futuras profissões visam melhorar não apenas a vida pessoal, mas também o cuidado com o meio ambiente.

por bg2c Publicado em 3º C

Promotor de Justiça – Grupo 7

Promotor Público ou Promotor de Justiça

São agentes públicos com a função de defender a sociedade, são como fiscais da lei que pode entrar como ações e conduzir inquéritos para investigar suspeitas de crime.

As características para ser um promotor

É necessário um poder de argumentação para convencer, uma capacidade de comunicação, tanto oral como escrita, com um conhecimento sobre filosofia, política, lógica e economia.

Principais atividades de um promotor

Defendem os direitos de pessoas de uma pessoa ou grupo restrito de pessoas, uma proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses. Podem denunciar um criminoso a justiça se houve provas concretas. Cuidam para que a execução das penas impostas aos réus condenados seja aplicada corretamente

Mercado de trabalho

Único órgão que admite os promotores, é o Ministério Público que para se ingressar, é necessário que concorra cursos públicos. Por isso o mercado de trabalho de promotor está restrito.

 

Grupo 7 – 3ºE

por bg3e Publicado em 3º E

PREPARAÇÃO PARA O VESTIBULAR – COMO FAZER?

Ensino médio, ensino técnico, trabalho, família, namoro, obrigações, lazer, descanso, vestibular. Como conciliar tudo isso? É… chega uma hora que começamos a entrar em parafuso! O tempo passa cada vez de forma mais rápida.

Podemos pensar que será realmente impossível passar por essa fase de vestibular tranquilamente, mas com alguns cuidados, essa tarefa, pode ser levada numa boa. Selecionamos então, 5 dicas retiradas do site “SEJA BIXO”, que irão te dar uma mãozinha neste momento.

1) Prioridade –O foco principal agora é o vestibular. Dentre tantas coisas para se decidir (carreira, universidade, área de atuação), fica difícil manter a concentração em um único objetivo. Entretanto, é importante tomar a consciência de que o vestibular deve ser sua prioridade. Para poder centralizar seus pensamentos somente na prova, ajuste o foco e treine sua mente para visar o vestibular.

2) Organização –Prepare seus estudos. Estudar para o vestibular não precisa, necessariamente, ser esse bicho de sete cabeças. Separe matérias, tire dúvidas, organize cada disciplina em temas específicos. Use a sua criatividade para se organizar de uma maneira que você entenda aquilo que anotou e estudou. É muito importante estabelecer alguns horários para estudar sem interrupções.

3) Dedicação –Você com certeza já ouvi ou disse aquela frase “No Pain, No Gain”, que traduzida para o português, para esta finalidade, significa: “Sem estudos, Sem Aprovação”. Então, é bom lembrar que toda a dedicação e esforço para a futura aprovação no vestibular depende unicamente e exclusivamente de você! Dedique-se!

4) Lazer –“Ninguém é de ferro!”. Isso mesmo. Sabemos que o vestibular exige muito do aluno, tais coisas citadas acima, como por exemplo, dedicação e organização. Mas, lembre-se que é extremamente necessário reservar algumas horas para o seu lazer, principalmente nos finais de semana.

5) Redes Sociais –Facebook e Twitter não são somente inimigos dos estudos. As redes sociais podem ser também bons aliados na hora de estudar para o vestibular. Geralmente, existem boas informações disponíveis nas redes sociais. Além de dicas para o vestibulando, têm muitas informações a respeito das universidades, processos seletivos e provas. Vale a pena checar as redes sociais, sem se esquecer de controlar o tempo que você vai usar para conferi-las.

Espero que as informações aqui postadas, possam ser úteis a todos nós.

Saudações,

GRUPO 1.

Pós-graduação em direito – Grupo 7

Quais os objetivos da pós-graduação em direito?

Muitos alunos de direito, que já completaram os cursos essenciais e que já tem uma boa carreira profissional e emprego fixo há um bom tempo, correm atrás de uma pós-graduação, mas a maioria deles acham que sabem ou não sabem exatamente quais os objetivos e benefícios de uma pós-graduação em direito.
Para tirar esses alunos do sufoco, farei uma breve explicacão do que esse curso de pós-graduação oferece (dependendo da faculdade, o curso pode oferecer menos ou mais ensinamentos, mas em geral, o essêncial é esse) os objetivos e benefícios são: Apresentar ao aluno a teoría e principiologia acerca do Direito, introduzir a importância do Direito na sociedade moderna, abordar os aspectos jurídicos característicos do comércio e apresentar a responsabilidade das pessoas físicas e jurídicas, bem como o Direito do Consumidor e Concorrência Desleal.

 

Grupo 7 – 3ºE

por bg3e Publicado em 3º E

Grupo 6 – Mercado de Trabalho de profissionais em TI

Técnico em Informática:
Principais Empresas Contratantes:
Grandes empresas de prestação de serviços em tecnologia e telecomunicações, suas parceiras e terceirizadas e empresas que dependem fortementa da tecnologia como parte de seu negócio como os bancos : IBM, Oracle, Microsoft, Telefonica, Vivo, Net, Embratel, Itau, Bradesco, etc…
Cargos e funções:
Suporte técnico (help desk), Implantação e manutenção de sistemas de grande porte (servidores de  grande porte de grandes empresas, p.e.), Desenvolvimento de softwares simples e com baixa complexidade.
Faixa salarial: De R$1.000,00 a R$3.000,00 dependendo da posição, da empresa e do tempo de experiência na área
Engenharia da Computação
Empresas:
O leque de possibilidades para se trabalhar como engenheiro é imenso. O foco maior é em empresas de tecnologia de todos os tipos.
Grandes empresas como IBM, Oracle, HP, Microsoft, Vivo, Telefônica, Embratel, etc..
Empresas do mercado financeiro, que usam muita tecnologia e sustentam grandes departamentos internos como Itau, Bradesco, etc.
Empresas de pequeno e médio porte que atuam com oportunidades inovação e mercado em que as grandes empresas têm mais dificuldade de atuar ( e aí é difícil listar pois são muitas empresas menores que consomem grande parte da mão de obra disponivel)
Cargos
Desenvolvimento de software, gerenciamento de projetos de tecnologia, cargos executivos(gerente, diretor, etc.) , cargos no mercado financeiro (bancos de varejo e bancos de investimentos)
Engenheiro de Software, Engenheiro de Hardware, Engenheiro de Suporte, Gerente de projetos, Analista de investimentos, posições executivas como CIO, CEO, CFO, gerentes e etc.
Ciências da Computação:
Pode trabalhar exatamente nas mesmas posições que um engenheiro da computação. Do ponto de vista de oportunidades de mercado, são as mesmas.
A diferença está no perfil dos profissionais formados. O engenheiro é um pouco mais generalista e menos técnico, tendo mais facilidade de assumir posições de gerenciamento de projetos ou posições executivas (em que competências não técnicas são importantes). O cientista da computação é mais técnico e domina mais detalhes da solução de problemas. É papel dele transformar problemas intangíveis em computacionalmente solúveis. Costumam se dar bem no núcleo de empresas de tecnologia criando sistemas.
Mas de novo, ambos podem trabalhar nas mesmas posições, no final, depende mesmo é do perfil pessoal de cada um
por bg3e Publicado em 3º E

Grupo 8

Melhores faculdades de Medicina do país

Região Sudeste

  • Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Número de vagas no último processo seletivo: 90

Relação candidato/vaga: 128.94

Duração: 6 anos

  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Número de vagas no último processo seletivo: 110

Relação candidato/vaga: 89.66

Duração: 6 anos

  • Universidade de São Paulo (USP)

  • Campus principal

Número de vagas no último processo seletivo: 175

Relação candidato/vaga: 77.40

Duração: 6 anos

  • Campus Ribeirão Preto

Número de vagas no último processo seletivo: 100

Relação candidato/vaga: 37.35

Duração: 6 anos

Região Sul

  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC – RS)

Número de vagas no último processo seletivo: 74

Relação candidato/vaga: 29.11

Duração: 6 anos

  • Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Número de vagas no último processo seletivo: 80

Relação candidato/vaga: 39.89

Duração: 6 anos

 Região Centro-Oeste

  • Universidade de Brasília (UnB)

Número de vagas no último processo seletivo: 36

Relação candidato/vaga: 72.67

Duração: 6 anos

  • Universidade Federal de Goiás (UFG)

Número de vagas no último processo seletivo: 110

Relação candidato/vaga: 50.23

Duração: 6 anos

Região Norte

  • Universidade Federal do Pará (UFPA)

Número de vagas no último processo seletivo: 150

Relação candidato/vaga: 31.62

Duração: 6 anos

Região Nordeste

  • Universidade Federal de Pernambuco

Número de vagas no último processo seletivo: 140

Relação candidato/vaga: 33.10

Duração: 6 anos

  • Universidade Federal do Paraná

Número de vagas no último processo seletivo: 160

Relação candidato/vaga: 15.62

Duração: 6 anos

por bg3e Publicado em 3º E

Grupo 8

Melhores faculdades de Administração do país

Região Sudeste

  • Insper Instituto de Ensino e Pesquisa em São Paulo

Número de vagas no último processo seletivo: 150

Relação candidato/vaga: 9.99

Duração: 4 anos

  • Universidade Federal de Lavras

Número de vagas no último processo seletivo: 80

Relação candidato/vaga: 35.25

Duração: 4 anos

  • Fundação Getúlio Vargas RJ

Número de vagas no último processo seletivo: 50

Relação candidato/vaga: 7.74

Duração: 4 anos

Região Sul

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Número de vagas no último processo seletivo: 240

Relação candidato/vaga: 7.04

Duração: 5 anos

  • Universidade Federal de Santa Catarina

Número de vagas no último processo seletivo: 200

Relação candidato/vaga: 5.49

Duração: 4 anos e meio

Região Centro-Oeste

  • Universidade de Brasília

Número de vagas no último processo seletivo: 60

Relação candidato/vaga: 13.47

Duração: 4 anos

  • Universidade Estadual de Goiás

Número de vagas no último processo seletivo: 40

Relação candidato/vaga: 13.07

Duração: 5 anos

Região Norte

  • Universidade Federal do Amazonas

Número de vagas no último processo seletivo: 224

Relação candidato/vaga: 2.24

Duração: 4 anos

  • Centro Universitário Luterano de Palmas

Número de vagas no último processo seletivo: 50

Relação candidato/vaga: 1.84

Duração: 4 anos

Região Nordeste

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Número de vagas no último processo seletivo: 40

Relação candidato/vaga: 31.52

Duração: 4 anos

  • Universidade Federal do Ceará

Número de vagas no último processo seletivo: 160

Relação candidato/vaga: 11.24

Duração: 4 anos

por bg3e Publicado em 3º E

Salário dos Deputados – Grupo 5

Os políticos geralmente são quem escolhem seus próprios salários, mas isso pode acarretar certas contradições. Abaixo uma reportagem do Jornal Estado de Minas, sobre a votação dos salários dos deputados de Minas Gerais no fim de 2011.

“A votação do salário dos deputados de Minas Gerais em dezembro de 2011 foi marcada por protestos. Em plenário, o vereador Iran Barbosa (PMDB) disse que um bom salário serve para auxiliar no combate à corrupção. Mas apesar de defender o aumento, que provocou críticas dos que acompanhavam a sessão, ele anunciou que votaria contra o projeto. “Parlamentar é eleito para representar. As pessoas quem eu represento pedem que eu vote contra”, afirmou. Já o vereador Henrique Braga (PSDB) afirmou que sente vergonha da remuneração paga pela Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH). “O salário da Câmara em relação a de outras capitais é vergonhoso. Em outras capitais já se ganha 75% do salário dos deputados”, declarou.

As palavras de Henrique Braga provocaram a reação imediata do grupo que acompanhava a sessão. Vaias e gritos de “Vergonha, vergonha” tomaram conta do plenário. Não satisfeito, o vereador emendou. “Esse salário é para a próxima legislatura. Quem está descontente que que se filie a algum partido. Quem tiver condições, que venha como candidato”. E completou. “Como trabalhadores [os vereadores] merecem ser bem remunerados para evitar corrupção”, finalizou.

Logo após a aprovação do projeto, a sessão foi suspensa. O presidente da Casa, vereador Léo Burguês (PSDB), suspendeu a sessão sob muitos protestos e gritaria. Além de Iran Barbosa, também se posicionaram contra o projeto os vereadores Neusinha Santos e Arnaldo Godoy, ambos do PT.

Entenda o projeto

Além do aumento de 61,8% no salário pago pela Câmara Municipal a partir de 2013, os parlamentares asseguraram com a aprovação a correção monetária anual pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). Conforme o Estado de Minas antecipou nessa terça-feira, o subsídio, atualmente em R$ 9.288,05, pulará para R$ 15.031,76.

O aumento resultará em mais R$ 9.244.532,40 anuais aos cofres públicos. A Casa terá um custo ainda maior, caso seja aprovada outra proposta que tramita também em “velocidade máxima”. O Projeto de Lei 2.046/2011, também apresentado pela Mesa Diretora na segunda-feira, prevê uma reforma administrativa na Câmara, com a criação de 12 cargos comissionados e reajuste salarial de outros. O impacto financeiro, previsto na justificativa da proposta, é de R$ 1.162.578,33, mensais.”

Fonte: http://www.em.com.br